sexta-feira, 3 de janeiro de 2014

VALORIZANDO A DIVERSIDADE DA CULTURA POTIGUAR

Mascarados do Boi Calemba de Mestre Elpídio no dia 24 de dezembro de 2007.

O Rio Grande do Norte tem uma rica diversidade cultural, e nos potiguares não precisamos copiar as riquezas culturais de outros estados para nos homenagear. Digo isso me embasando nas fotos veiculadas nas mídias sociais.

Ficou comum ver em nossas peças de teatro, altos e grupos para-folclore os atores, atrizes, bailarinos e bailarinas caracterizados de personagens de outro estado como se fossem os nossos.
Na maioria dos grupos de Boi de Reis do Rio Grande do Norte os nossos Mateus, Biricos e Catarinas pintam os rotos de preto, a tinta inicialmente era extraída da parte externa das panelas que cozinhavam nos fogões de lenha, candeeiro, pó de carvão misturado ao óleo de comida e recentemente alguns grupos aderiram ao panqueque preto.

Os nossos mascarados não tem contornos nos olhos e boca, em alguns grupos o Birico usa uma mascara de couro de bode e a Catirina que em alguns grupos recebe o nome de Rosa e Nanã pode usa uma forte maquiagem vermelha nas bochechas do rosto. Já os galantes usam palas encarnadas com fitas nas cores branca, vermelha, azul, verde e amarela.

Na opinião do Ponto de Cultura BoiVivo o nosso estado é um dos ricos, no que diz respeito diversidade cultural, temos característica própria e o que nos falta é pesquisa.


Vamos conhecer mais o nosso Rio Grande do Norte e divulgando as nossas riquezas culturais através das nossas produções artísticas e culturais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário